Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Newsletter

"Vamos construir pontes, mas com coragem de olhar os poderosos olho no olho", afirma Luiz Viana

O vice-presidente da OAB Nacional, Luiz Viana Queiroz, representou o Conselho Federal da Ordem na cerimônia de comemoração dos 88 anos da OAB de Santa Catarina, realizada na noite de quinta-feira (21) e que contou com diversas homenagens àqueles que fizeram parte da entidade hoje presidida por Rafael Horn.Luiz Viana parabenizou os 45 mil advogados e advogadas inscritos na Seccional catarinense assim como a entidade, que vem representando a classe com coragem e defendendo incansavelmente a liberdade e a igualdade. Em seu discurso, Viana destacou a necessidade da advocacia buscar sempre o equilíbrio para construir pontes e, ao mesmo tempo, encarar os poderosos de igual para igual."O equilíbrio deve ser nossa busca incessante. Querido presidente Rafael Horn, meus colegas conselheiros federais, estaduais, todos os dirigentes de Ordem, conclamo todos a abrir canais de diálogo, vamos construir pontes. Mas é preciso deixar claro. Construir pontes com coragem de olhar os poderosos olho no olho, de igual para igual, nem de baixo pra cima, nem de cima pra baixo", afirmou.Viana lamentou pelas crises política e sanitária que atravessamos e pelas vidas ceifadas pelo novo coronavírus. Ele afirmou que a celebração de mais um ano de história da OAB-SC é um alento em meio a este momento difícil."Nesta consagração da herança histórica construída pela Advocacia catarinense em benefício do Estado Democrático de Direito, é inoculado em nós, em nossas veias, uma pulsão de vida, que nos move em busca da luta pela dignidade humana".Ele destacou ainda o dever da advocacia de defender o Estado Democrático e as garantias fundamentais. "Viver e lutar, meus nobres colegas, é uma ordem que devemos cumprir. Aqui e agora. Com paixão, coragem e esperança! Paixão pela advocacia. Coragem de defender a igualdade e a liberdade, tábuas de nossa vocação, na lição imorredoura de Ruy Barbosa. E esperança de que nosso trabalho não será em vão", concluiu.Confira aqui a íntegra do discurso de Luiz Viana.  
22/01/2021 (00:00)
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia